Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil
Aconteceu

Reserva Técnica de objetos do Acervo do Museu

Foi entregue pela EXPOMUS, a nova Reserva Técnica de objetos do acervo do Museu, um espaço projetado e organizado pela equipe técnica desta empresa, especializada em museus e exposições, que digitalizou e arquivou 1073 objetos do acervo do Museu com patrocínio da Lei Rouanet.

Esta obra teve também a contrapartida do Museu, que fez toda a parte estrutural para receber as estantes deslizantes e que contou com o patrocínio de parte da doação do Imperador e das empresas Mitsui Co., Mitsui O.S.K Lines, Toshiba, Toyota, Yakult, Banco Santander e Fundação Kunito Miyasaka.

Esta nova Reserva técnica está localizada no 3º andar do Bunkyo e a visitação mediante agendamento prévio.

O Museu lançou em 2008, um projeto comemorativo ao 30º Aniversário de fundação do Museu, chamado Banco de Dados Digitalizados do Museu, através do qual se propõe a digitalizar todo o acervo histórico do Museu, constituído por aproximadamente 97000 peças, para poder preservar as peças históricas e disponibilizar ao público, no futuro. Este projeto de digitalização do acervo, conta com o apoio e a colaboração calorosa do Imperador e da Imperatriz do Japão e de diversas empresas. Assim, a digitalização e a conclusão da reserva técnica de objetos, é o resultado de uma das etapas deste grande projeto de Banco de Dados Digitalizados do Museu.

Reserva Técnica Reserva Técnica
Voltar
patrocinadores Fast Shop Fundação Kunito Miyasaka Toshiba Leading Innovation Yakult Toyota Mitsui O.S.K. Lines
O Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil é mantido pela Bunkyo - Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa e de Assistência Social.

Este site foi possível graças ao projeto Ashiato, que contou com o patrocínio do Banco Real, hoje Santander, e a Ubik IT Solutions. UBIK